A dor da Punibilidade ao Impune

4 Felizes os que choram, pois serão consolados.
5 Felizes os humildes, pois herdarão a terra.
6 Felizes os que têm fome e sede de justiça, pois serão saciados.
¶Mateus 5 NVT

Devemos tomar muito cuidado para não nos deixar iludir pela inversão de valores promovida, aos gritos, por aqueles que detêm o poder dos meios de comunicação em massa. São inescrupulosos. Capazes de transformar uma desgraça pessoal em combustível para sua constante verborragia política.

Você pode ter acesso à notícia neste link¹ da matéria veiculada pela Folha de São Paulo.

A fatídica história de um homem que era suspeito de desvio de recursos da instituição e obstruir as investigações da Polícia Federal. Que, para o bom andamento do processo, foi afastado da instituição (UFSC).

Foi uma fatalidade ele não ter suportado a pressão psicológica sofrida. Devemos ver como desonesta a procura por “culpados” entre os responsáveis pela operação Ouvidos Moucos.

Honestamente, vamos derramar lágrimas de lamento pela vida que se foi, pelos seus entes queridos que ficaram, sofrem e permanecerão sofrendo.

Porém, jamais, em hipótese alguma, sejamos contra a justiça. Esse é o nosso dever: Lutar contra a impunidade.

Junto com a perplexidade da notícia, no meu íntimo, reacendeu um profundo temor diante da tentação de ceder à corrupção. Em todas as áreas da vida, nos mais diversos graus em que esta se manisfesta.

Algo sussurrou no mais íntimo do meu ser:

“No fim, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?”
¶ Evangelho de Jesus segundo Marcos.


¹Folha Uol: Reitor da UFSC encontrado morto deixou um bilhete no bolso da calça

Anúncios

Deixe aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s